Meio século de Adoração a Deus!


UM HISTÓRIO COMPLETO

13/04/2011 15:40

 

BREVE HISTÓRICO DA ASSEMBLÉIA DE DEUS DO RETIRO POR PASTOR JORGE ALBERTACCI

 

INTRODUÇÃO

          Por iniciativa do Pr. Luiz Albertassi Sobrinho, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Retiro, inicialmente denominada de Igreja Evangélica Assembleia de Deus Pentecostal, teve seus primeiros cultos realizados na garagem de sua residência a partir do ano de 1963, à Av. Piauí (atual Euclides Figueiredo) nº 81, bairro Retiro, Volta Redonda, Estado do Rio e Janeiro.

         Com o seu rápido desenvolvimento e uma vez tomando o caráter de Igreja, a mesma foi transferida para uma loja alugada, localizada à Av. Cafezal (atual Antonio de Almeida), nº 806, também no bairro Retiro. Uma vez, não comportando o povo que se convertiam ao Senhor, bem como outros que se apresentavam unindo com a Igreja e desviados que reingressavam ao aprisco do Pai, houve uma nova transferência, desta vez, para a Av. Coimbra, nº 438, Retiro, onde a Igreja construiu um barracão de madeiras em um terreno cedido em caráter provisório, pelo Irmão Célio Andrade de Aguiar e sua esposa, Irmã Zélia Andrade.

         O motivo do crescimento da Igreja iniciante se deu pela forma de evangelismo dinâmico através de cultos ao ar-livre, esses cultos ao ar-livre eram realizados em pontos estratégicos do bairro Retiro, bem como em outros bairros da cidade, inclusive, na Av. Amaral Peixoto e na feira livre sem muito protocolo de dias e horário. A qualquer momento um culto ao ar-livre podia estar sendo dirigido em algum ponto.

         Vale ressaltar que o povo afluía a esses cultos e ao terminar acompanhava o Pastor Albertassi para a Igreja, onde recebia ensinamentos adequados, e a prova disto foi que no ano de 1964 foram realizados dois batismos nas águas, o primeiro em 25/10/1964, onde desceram às águas doze novos convertidos e o segundo em 13 de dezembro do mesmo ano com dezesseis.

         Além dos que se convertiam ao Senhor através da pregação da Palavra de Deus a tempo e fora dele, a Igreja ganhou sua notabilidade com a chegada de famílias procedentes dos Estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Bahia e outros; todos pertencentes às Assembleias de Deus filiadas ao Campo de São Cristóvão.

         Do Estado do Espírito Santo, chegaram as famílias dos Irmãos Francisco Fonseca, Antonio Serafim, Álvaro Gomes de Carvalho, Irmão Paulo, Ataíde Vieira de Souza, Nilo Vieira de Souza, Irmão Glicério, Juvenato Ferreira, Alcendino Moura, todos das regiões de Alegre, Muniz Freire e Iúna – vale ressaltar que essas famílias eram numerosas em filhos e outros familiares que as acompanhavam em busca de emprego em Volta Redonda. Da Bahia vieram o Irmão Eloivaldo Guimarães, sua esposa Madalena Guimarães e sua irmã. De Minas Gerais, vieram, as famílias do Presbítero Isaque de Castro e do Irmão José Gonçalves da Gama, entre outras.

 

 

APOIO MORAL E ESPIRITUAL

 

          A Igreja teve sua fundação oficial em 21/03/1964 quando em Assembleia Geral, convocada para esse fim fora lavrada a primeira Ata, sendo que tudo começou um pouco antes desta que é a data oficializada pela Ata de nº 1 (um) lavrada pela secretária Erma Guimarães dos Santos. Vale destacar também que todos os processos para fundação da Igreja foi sob a égide do Pr. Camilo José Peclat, Ministro fundador das Assembleias de Deus no Norte Fluminense e Espírito Santo, contando também com o apoio amplo e irrestrito da CADEESO, nesse ato representada pelo seu presidente Pastor Waldomiro Martins Ferreira, que compareceu com uma comitiva de 6 (seis) Ministros, entre eles, destaco o nome do Pastor Manoel de Souza Filho.

 

ATA DA PRIMEIRA ASSEMBLEIA GERAL

 

Assembleia de Deus em Volta Redonda

 

ATA DE FUNDAÇÃO

 

“Nos dias 21 de março de 1964, deu início a 1ª reunião de negócios tratados concernente a organização da Igreja Evangélica Assembléia de Deus Pentecostal, sito Av. Cafezal nº 806 na cidade de Volta Redonda. Foi cantado pela igreja os hinos 46 e 202 da Harpa Cristã, em seguida a leitura da Bíblia em São Mateus capítulo 16 versículo 12 pelo Pastor Presidente Camilo José Peclat que deu ensinos da palavra de Deus baseado na doutrina da Bíblia Sagrada e após oração dirigida por Luiz Albertassi. Teve início a presente Assembléia com a presença de 26 membros fundadores, são eles: Antonio Ferreira Pinto, Luiz Albertassi Subrinho, Isac de Castro, Eliseu Ramos dos Santos, Célio Andrade de Aguiar, João Onofre, Ercílio Barbosa, José Magalhães, Erma Guimarães dos Santos, Zélia Andrade de Aguiar, Dolarisa Gouveia Pinto, José Gonsalves da Gama, Valter Marcelino, Jorge Albertassi, Joaquim Claudino, Neves C. de Magalhães, Eliseba Ferreira Pinto, Eunice Ferreira Pinto, Amélia de Castro, Marta de Castro, Maria de Castro Gama, Alcenir Albertassi, Geraldo Albertassi, Iraildo Borges da Silva, Nazaré Maria de Jesus e Maria Claudino. Assuntos: 1°: organização da diretoria 2° Horários de cultos. Sendo aceitos pelos presentes; Presidente Camilo Peclat, Vice-Presidente Luiz Albertassi Subrinho, 1° Tesoureiro Antonio Ferreira Pinto, 2° Tesoureiro (Antonio) João Onofre, 1° Secretário Erma Guimarães dos Santos, 2° Secretário Eliseu Ramos dos Santos, Comissão de Conta 1° Isac de Castro 2° José da Gama. Professores da Escola Dominical João Onofre e Isac de Castro, Superintendente João Onofre e Célio Andrade de Aguiar, Secretários 1° Valter Marcelino 2° Jorge Albertassi. Horário da Escola Dominical às 15 horas, e após, o culto ao ar livre.  Culto ás 19 horas, durante a semana, às terças-feiras, culto de oração; as quartas-feiras em casa do irmão Célio Andrade de Aguiar, às quintas-feiras, culto público na Igreja e aos sábados em casa do irmão Joaquim Claudino na Vila Brasília, ficou assim resolvido com o apoio dos membros. Foi cantado o hino 205, foi encerrada a presente reunião ás 21:50 horas com oração pelo Pastor Camilo Peclat. Eu Secretária lavrei a presente ata a qual vai por mim datada e assinada.

 

Volta Redonda 21 de março de 1964

 

Erma Guimarães dos Santos

 

Presidente – Camilo José Peclat;

Vice-presidente – Luiz Albertassi Sobrinho;

1° Tesoureiro – Antonio Ferreira Pinto;

2° Tesoureiro – João Onofre;

1ª Secretária – Erma Guimarães dos santos;

2° Secretário – Eliseu Guimarães dos Santos”;

 

Anexo Cópia da Ata nº 1 (um) Manuscrita

 

ORIGEM DOS FUNDADORES

 

          Os fundadores da Igreja iniciante, além dos que vieram de outros estados em sua maioria eram membros e obreiros da Assembléia de Deus na Vila Mury, nesta cidade, liderada pelo então Pastor, Severino do Rego Cavalcante, e mediante a decisão de não fazerem mais parte do rol de membros da aludida Igreja, foi então, encaminhado ao Pastor Severino do Rego Cavalcante um comunicado, lavrado e subscrito na forma abaixo, esse comunicado foi levado à casa do Pastor por mim, Jorge Albertacci e entregue em mãos:

 

“Volta Redonda, 11-03-1964

 

Exmº Sr. Severino R. Cavalcante

Mui D. Pastor da Igreja Ev. Ass. Deus V. Mury

 

          Servimo-nos desta para levar ao vosso conhecimento que, devido a reunião que tivemos nesta Igreja aos 10-03-1964, tomamos a deliberação de não mais pertencer esta Igreja. Esta deliberação tem caráter irrevogável. Atenciosamente subscrevemos.

 

Célio Andrade de Aguiar

Luiz Albertassi

José Gonçalves da Gama

Eliseu Ramos dos Santos

Erma Guimarães dos Santos

Zélia Andrade

Isac de Castro”

 

         A carta acima, eu, Jorge Albertacci, em atenção ao meu superior, nesse caso, o Pastor Luiz Albertassi Sobrinho, a levei, e a entreguei em mãos ao destinatário em sua residência, nos fundos da Igreja, na mesma data da sua emissão.

          Entre esses irmãos muitos outros também membros da Assembléia de Deus na Vila Mury comungaram a mesma ideia, bem como outros procedentes da Assembleia de Deus do Ministério de Madureira, outros que se encontravam desviados. Abaixo, nomes de alguns que constam de uma relação manuscrita:

          Orlando Mariano de Souza, José M. Magalhães, Antonio Serafim, Emília Serafim, Juraci Serafim, Ataide Vieira de Souza, Adilia vieira de Souza, Glicério, Derli (cunhado do Glicério), Esposa do Glicério, e José Carlos; Delcides, Juvenato Ferreira e esposa, Tereza O. Ferreira, Dorcas Vieira de Souza, Ruth Vieira de Souza, Ana de Souza, Rubens, Oséias Maciel, Elza Maciel, Alcendino de Moura, Maria da Penha Albertassi de Moura, Álvaro Gomes de Carvalho, Maura Gomes de Carvalho, Eloivaldo Guimarães, Madalena Guimarães, José Teodoro do Nascimento, Maria Humbelina do Nascimento, Neves Magalhães, e Jaime Serafim, mais a família do irmão Francisco Fonseca, recém chegada do Estado do Espírito Santo, entre outras.

         Os irmãos constantes da relação acima, se uniram após consolidada a organização da Igreja iniciante.

 

A PRINCÍPIO O QUE EM MUITO CONTRIBUIU PARA A FUNDAÇÃO DA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS DO RETIRO

 

            Havia em Volta Redonda, duas Assembleias de Deus, a saber, a do Ministério de Madureira (fundada pelo Pastor Paulo Leivas Macalão) e a do Ministério de São Cristóvão (Missões – fundada no Brasil por Daniel Berg e Gunnar Vingren).  

         Nessa época, pouco antes do ano de 1963, o Pastor Severino do Rego Cavalcante, nesse caso, o que pastoreava a Igreja na Vila Mury, em um combinado feito com o Pastor Alfredo Reikidal da Assembleia de Deus no Ipiranga – SP, transfere-se para aquela cidade, e o Pastor Alfredo em substituição ao Pastor Cavalcante envia para dirigir a Assembleia de Deus na Vila Mury (Missões) o Pastor Joaquim Pedro.

         Esse último, ao chegar à Vila Mury, teve uma aceitação unânime por parte da membresia e obreiros, ou seja, o homem caiu na graça do povo. E tudo transcorria normal, na mais perfeita calmaria, quando em uma noite de domingo, o Pastor Calvacante, assume novamente a direção da Igreja.

         Isso casou um grande transtorno, o povo não concordou, e em consequência disso, saíram 118 membros e passaram com o apoio do Pastor Manoel Mendonça, da Igreja pertencente ao Ministério de Madureira, congregar em uma loja de propriedade do Sr. Geraldo Fortes, na Av. Cafezal, pouco depois do cruzamento com a Av. Jaraguá, no bairro Retiro. Todavia, deixo claro que o Pastor Cavalcante praticou tal ato coberto de razão, e a prova disso foi o referendo convencional e o pleno prosseguimento da Igreja. O Pastor Calvacante além de ter sido um exímio pregador e preletor, era um homem honrado com vasto conhecimento teológico e secular, e como exemplo maior, teve sempre seus familiares lhe apoiando no exercício da sua função pastoral.

Com esses 118 e mais alguns irmãos que já havia no Retiro, a Assembleia de Deus de Madureira, na pessoa do Pastor José Português adquiriu o imóvel onde foi construído imediatamente para acomodar o povo, o templo na Rua Armando Bessada, n° 17, próximo do Colégio João XXIII. Sendo que o templo na Rua Armando Bessada, já foi construído pelo Pastor Nicodemos José Loureiro, sucessor do Pastor José Português.

         Entre esses 118, estava Luiz Albertassi Sobrinho, que em 29 de setembro de 1962 o Pastor Nicodemos o consagrou a Diácono.

 

  OUTRAS INFORMAÇÕES DE COMO COMEÇOU A ASSEMBLEIA DE DEUS DO RETIRO

 

         Nesse ínterim, entre 23 ou 24 de março de 1963, eu, Jorge Albertacci, cheguei a Volta Redonda, procedente da Assembléia de Deus em Santa Isabel do Ivaí – PR. Morei no Paraná três períodos, a partir de 1949, sendo que o último foi entre 1958 a 1963.

   No mês de março de 1958, morando próximo à Celina (Fazenda Jerusalém do meu avô Reginaldo José da Veiga) em um culto de Santa Ceia, numa terça-feira, com a pregação do Pastor Camilo José Peclat, aceitei o Senhor Jesus, e em 22 de junho do mesmo ano, às 20 horas fui por ele batizado, no batismo inaugural no tanque da Assembléia de Deus em Alegre – ES.

    No mês de agosto seguinte, voltei para o Paraná, só que desta vez, cheio de muita alegria, recém-convertido e portando uma Carta de Mudança do Pastor Camilo. De uma família numerosa, com todos frequentando a Igreja, somente eu que já era batizado nas águas.

         Empolgado, assim que chegamos ao Paraná, nesse caso, pela terceira vez, domingo de manhã, peguei minha Carta, chamei meu irmão Joãozinho e fomos para a Igreja, na expectativa de ser recebido. Mas, até então eu não sabia desta história de Madureira e Missões, não sabia nada sobre Macalão e São Cristóvão, bem como não sabia nada sobre a obrigação do uso gravata e paletó.

         Chegamos à porta da Igreja, a qual estava guardada pelo Diácono João Leite. Ele pegou a minha Carta e me disse: - o irmão espera aqui no lado de fora que vou apresentá-la ao Pastor. Ao que eu respondi positivamente e comecei a esperar, e o frio era de quase formar gelo (lá forma gelo onde estiver água parada).

         Depois de certo tempo, o Pastor aparece na porta, sai e me chama a uma varanda ao lado da Igreja e olhando para mim, dispara: - admiro muito o Pastor Camilo!

         Eu perguntei o porquê, ao que ele me respondeu: - por ele ter assinado uma Carta desta, para uma pessoa tão relaxada como o irmão!

    Diante disso, eu, assustado perguntei o porquê de tamanha censura. Ao que ele me respondeu com a seguinte pergunta: - cadê o paletó e a gravata? 

    Respondi-lhe que eu não tinha nenhum dos dois e nem o dinheiro para comprar. Assim despediu-me com a seguinte fala: - aqui não podemos receber o irmão! E com desprezo me entregou a Carta.

         Assim que ele retornara ao interior da Igreja, virara-se para mim dizendo que entrasse, porém sem participar da ceia, enquanto meu irmão esperaria do lado de fora. Em nossa ingenuidade, atendemos sua ordem, ficando eu como um peixe fora d’água, enquanto o Joãozinho amargava no frio do lado de fora.

         Finalmente, saímos dali com a decisão peremptória do Pastor: - aqui não podemos recebê-los.

         Tristes, voltamos para casa e  por incrível que pareça, em Santa Isabel do Ivaí, cidade que estava começando no noroeste paranaense, somente existia essa Igreja, ficamos então, de agosto de 1958 a 1961, somente sendo alimentados na fé, pelo Espírito Santo de Deus e por irmãos que tinham coração, assim como o Pastor Luiz, que continuamente correspondia conosco através de cartas e nos visitava periodicamente.

         Tão logo chegou naquela cidade nossa Igreja, foram nos buscar em casa e daí em diante tivemos um trabalho intenso, pois, com pouco tempo, construímos o Templo, fizemos a casa pastoral e formamos uma linda banda de música e um lindo coral, claro que não tivemos em Santa Isabel nada tão difícil de enfrentar como aquela “Assembleia de Deus”, do Ministério de Madureira

         Vindo de Santa Isabel para fins de tratamento de saúde em Botafogo, Rio de Janeiro, (onde nunca estive para esse fim) acabei ficando nesta cidade de Volta Redonda.

        Só que, cheguei aqui, numa ingenuidade que dava gosto, fui levado e estive uns dias na Assembleia de Deus de Madureira, mas, complexado, assim como alguns irmãos que haviam saído da Vila Mury que ainda não estavam bem adaptados, e em conversa com o então Diácono Luiz Albertassi Sobrinho, em viagens entre o Rio, São Paulo, Juiz de Fora e Paraná, conversávamos na possibilidade de voltarmos para a Vila Mury, e assim foi feito, voltamos, mas, ficamos poucos meses.

         Neste ponto, com o apoio do Pastor Camilo, que havia me batizado. Iniciamos a Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Retiro, tudo em conformidade com os preceitos estatuídos nos atos constitutivos convencionais – CADEESO e CGADB.

 

ACONTECIMENTOS IMPACTANTES QUE DE FORMA INDELÉVEL MARCARAM O INÍCIO DA IGREJA

 

1.      As primeiras reuniões da Igreja ficaram marcadas pelo interesse do povo pela Palavra de Deus, pregada nos cultos ao ar livre, às quintas-feiras à tarde; aos domingos e nas Feiras Livres pelo Pr. Luiz Albertassi Sobrinho, bem como nos cultos normais da Igreja. Pelos milagres operados por Deus, que de forma indelével ainda marcam a Igreja até hoje;

 

2.      O apoio irrestrito do Pastor Camilo José Peclat, mencionado pelo escritor Israel de Araujo às folhas 547/551 do Dicionário Movimento Pentecostal – Lançado pela CPAD – Casa Publicadora das Assembléias de Deus – Av. Brasil, Nº  34.401 – Bangu – CEP  21852-002 – Rio de Janeiro – Brasil – Telefone 0800-217373 /  (21) 2406-7373  /  (21) 2406-7326;

 

 

3.      Os dois primeiros batismos no mesmo ano de fundação da Igreja, atingindo o nº de 28 candidatos;

 

 

4.      A cura do irmão Elizio (profissão barbeiro) que era tuberculoso, o qual foi batizado no 2º batismo, em 13/12/64, dia de uma chuva contínua e enquanto os outros novos irmãos eram batizados, o irmão Elizio se protegia sob um guarda-chuva, considerando a gravidade do seu estado de saúde e nossa atenção estava voltada para ele, sendo que a fé de que ele seria curado era indubitável, e foi exatamente no momento em que o irmão Elizio foi submerso nas águas batismais que ele ficou radicalmente curado pelo poder de Deus. Esse batismo foi realizado no poção, no final da Rua 60. Nos dias que se seguiu depois do seu batismo, sua casa no bairro São Luiz se tornou um Ponto de Pregação;

 

 

5.      A entrega de uma arma de fogo por um homem que aceitou a Jesus como salvador. Ele levou a arma ao púlpito e a entregou ao Pr. Luiz Albertassi Sobrinho; tomando a decisão de aceitar o Senhor Jesus como único e suficiente salvador da sua alma. Esse irmão, foi também batizado no batismo seguinte, em seguida foi consagrado a presbítero, e ainda hoje 24/01/2009 há familiares dele firme na Igreja, para a glória de Deus;

 

6.      O reconhecimento da Igreja na CGADB em Santo André – São Paulo, quando tentaram por todos os meios fechá-la. Essa infeliz investida para fechá-la, contribuiu para o seu reconhecimento junto à CGADB – Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, e o silêncio desses algozes para sempre, após a defesa do intrépido e incólume,  Pr. Camilo José Peclat;

 

7.      O apoio irrestrito do Pr. Waldomiro Martins Ferreira; Presidente da CADEESO – Convenção das Assembléias de Deus no Estado do Espírito Santo e outros, o qual compareceu com uma comitiva composta de seis Obreiros, entre eles, o Pastor Manoel de Souza Filho;

 

8.      A Grande Cruzada com o Missionário Hermes Mendes, onde muitas pessoas foram curadas e salvas pelo poder de Deus;

 

9.      Apoio moral e espiritual da Convenção das Assembléias de Deus do Brasil – na época estabelecida à Rua Padre Manso – Rio de janeiro, liderada pelo então presidente, Dr. Pr. Antenor Carvalho Ayres;

 

 

10.  Assim como no início, o Senhor continua abençoando de maneira sobrenatural a Igreja, com os milagres da salvação de almas, batismo com o Espírito Santo, cura divina e muito ânimo entre membros e os obreiros. Atualmente (janeiro de 2009) a Igreja é liderada pelo DD. Pr. Pedro Gonçalves da Luz.

 

        

PERMUTA ENTRE O PASTOR LUIZ E O PASTOR ELI GOMES E A CHEGADA DO Ev. JÉSUS GONÇALVES DA SILVA

 

         Agora, a Igreja em pleno funcionamento, aparece uma proposta de permuta entre o Pastor Luiz e o Pastor Eli Gomes. O Pastor Eli Gomes assumiria nossa Igreja e o Pastor Luiz assumiria a Igreja em Itaóca – Cachoeiro de Itapemirim – ES, e respectivas congregações.

  Uma vez acordada as partes, em 1965 foi feito a permuta.

 Vale ressaltar que até então nossa Igreja não era e nem podia ser tida como rebelde.

 Com o insucesso do Pastor Eli Gomes nesta cidade, coincidiu à saída do Evangelista Jésus Gonçalves da Silva, então dirigente da Congregação do Retiro, localizada à Rua Armando Bessada, nº 17, pertencente o Ministério de Madureira, acompanhado de uma multidão (entre 200 a 300 pessoas) e começam a congregar na Rua Campos, esquina com a Av. Sávio de Almeida Gama, no bairro Eldorado, também no Retiro. Como já mencionei acima, com o insucesso do Pastor Eli, em 14 de março de 1967 ele transfere a presidência da Igreja e inclusive cede para o Ev. Jésus o terreno que a Igreja havia adquirido ainda na gestão do Pastor Luiz, e se muda para Nova Iguaçu – RJ, onde construiu uma Igreja próximo ao Km 13 da Via Dutra, e o Ev. Jésus prossegue com o trabalho, inclusive, inicia a construção do Templo, na Rua dos Açores, n° 448.

        Com isso sim, configurou-se uma rebelião, visto que o Ev. Jésus era Evangelista da Igreja de Madureira, e estava agora com parte da Igreja que dirigia sendo liderada por ele só que a caráter de rebeldia. Só que isso não durou por muito tempo; em 1969, ele, o Evangelista Jésus, sentindo que não estava apto para estar à frente do rebanho, por questões particulares e declaradas por ele mesmo, enviou uma comissão ao Espírito Santo para convidar o Pastor Luiz para reassumir a Igreja que ele (Pastor Luiz) havia fundado.

         Muitas foram as propostas porque o Pastor Luiz estava arraigado naquele estado, onde fazia parte da Mesa Diretora da CADEESO – Convenção das Assembléias de Deus no Estado do Espírito Santo e outros, na função de primeiro secretário, bem como havia ampliado o Campo de trabalho naquela cidade.

Finalmente, foi acordado, o Pastor Luiz voltou e reassumiu a presidência da Igreja em 07/09/1971. Só que, agora havia um AGRAVANTE: a Igreja por circunstâncias estava filiada à Convenção de Madureira. Mesmo assim, o Pastor Luiz começa congregando na CONAMAD, à Rua Carolina Machado, 74, Madureira – Rio de Janeiro, e em seguida desvincula-se e filia a Igreja na Convenção das Assembléia de Deus do Brasil, localizada à Rua Padre Manso, também em Madureira, porque afinal de contas como adequaríamos ao antagonismo esposado pelo Ministério de Madureira? De jeito nenhum!

         Volta a ressaltar que, nessa época nenhum de nós congregávamos na Igreja pertencente ao Ministério de Madureira, mas, sim, na Assembléia de Deus da Vila Mury, dirigida pelo então Pr. Severino do Rego Cavalcante, (exceto alguns que se uniram posteriormente, como é normal) que recentemente (dois anos mais ou menos) havia voltado de uma Igreja que fora pastorear em São Paulo (com o Pastor Alfredo Reikidal da Assembleia de Deus do Ipiranga).

         Conforme já mencionei acima, foi feito uma carta comunicando a ele essa decisão e eu mesmo (Jorge Albertacci) a levei em sua residência e a entreguei em mãos.

         Na verdade, eu, Jorge Albertacci havia sido convertido e batizado sob a égide do Pr. Camilo José Peclat, e havia chegado da cidade de Santa Isabel do Ivaí, Paraná há poucos meses (março de 1963). Sobre o meu trabalho no Paraná, qualquer informação pode ser tomada através do Pr. José Israel do Nascimento, hoje jubilado da Assembléia de Deus em Telêmaco Borba, no mesmo estado, residente à Av. Samuel Klabin, Nº 442 –Apartamento Nº 1 - Centro - CEP: 84261-050 - Telêmaco Borba – PR,   Tel.: (42) 3273-4192, e ainda através dos telefones (45) 3527-9477 ou (45) 9117-0955 do Ev. José Maria, da Assembleia de Deus e Foz do Iguaçu no mesmo estado.

         Pastor Jorge Albertacci que teve seu trabalho mais intensificado na Assembleia de Deus do Retiro a partir da tentativa de derrocada nos anos de 1972/1973 quando a Igreja ficou fechada durante 16 dias por ferrenhos algozes, sendo novamente aberta por ordem judicial depois de decorrido os 16 dias, causa esta, que o então advogado Pr. Dr. Antenor Carvalho Ayres ganhou com décuplo, bem como em outra tentativa em 1975 na CGADB em Santo André – SP, esses sempre provocados pelo Ministério de Madureira em Volta Redonda. Cessando de uma vez por todas essas tentativas mal sucedidas através da palavra do “humilde” intrépido Pr. Camilo José Peclat, na aludida CGADB em Santo André, que defendeu a Igreja, fazendo calar para sempre esses algozes.

         Transferiu a presidência da mesma para seu sucessor, DD. Pastor Pedro Gonçalves da Luz em AGE realizada no dia 23/09/2008, conforme consignado na Ata de nº 548 da aludida AGE.

         O motivo maior da transferência da presidência foi acima de tudo a determinação do Espírito Santo de Deus, elucidada por vários fatores, entre estes, as orientações dos Drs. Carlos Henriques (neurologista) e Jair Nogueira Filho (cardiologista) considerando o estado de saúde do Pastor Jorge Albertacci, mas tudo traçado sob as ordens do Divino Mestre.

         Ficando a partir de então (23/09/2008) jubilado dentro dos preceitos da epigrafada Ata nº 548. O que fora comunicado ao Conselho Regional do Médio Paraíba da CONFRADERJ e a própria CONFRADERJ em 28/10/2008, onde pela graça de Deus tudo transcorreu sem quaisquer embaraços.

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!